depto_felicidade_900_450

De Portugal chega uma oportuna notícia: O grupo empresarial Bernardo da Costa criou o Departamento da Felicidade, com o objetivo de promover o bem-estar subjetivo de seus colaboradores.

Entre as diversas atribuições deste novo segmento da empresa é dado destaque para a saúde física e seus desdobramentos como a melhoria do estilo de vida e abundante oferta de lazer.

As medidas implementadas pelo Departamento da Felicidade do Grupo Bernardo da Costa inclui aos colaboradores regalias como serviços de lavandaria no local de trabalho, entrega de comida a domicílio e seguro de saúde.

Além disso, o grupo também celebra os Dias de Aniversário e assinala dias temáticos dedicados a temas tão importantes como o dia do sorvete ou o dia do pastel de nata.

Nos investimentos para assegurar a felicidade, as instalações receberam sala de diversões com bilhar e console de videogames tudo para que os funcionários possam relaxar entre as obrigações profissionais e ter importantes momentos de descontração.

O grupo sediado em Braga, se destaca nos negócios ligados às instalações eléctricas de apoio à construção civil e emprega 194 pessoas, das quais 86 em Portugal.

Já há algum tempo, a Bernardo da Costa tornou-se conhecida dos portugueses por criar um programa de oferta de férias tropicais aos seus colaboradores.

Em 2020, por causa da pandemia, a viagem dos funcionários da empresa ao Egito, durante uma semana, teve de ser cancelada.

Em anos anteriores, os trabalhadores foram a países como República Dominicana, Cuba, México, Jamaica e Cabo Verde às custas da empresa.(*)

Neste ano, ainda não é certo que a tradição das viagens a destinos paradisíacos corre o risco de não prosperar devido aos impactos da pandemia, mas caso não haja chance de oferecer as viagens, para compensar o benefício perdido, os colaboradores vão receber um prêmio em dinheiro, como aconteceu em 2020 quando, cada funcionário, recebeu 500 euros, cerca de R$ 3.250,00.

Muito interessante as propostas do Departamento de Felicidade do Grupo Bernardo da Costa.

(*) Obs.: Em fevereiro de 2018 nos encontramos com um casal de portugueses em Montevídeo. Foram passar o carnaval por lá. Perguntamos: “Por não foram ao Rio de Janeiro?”. Responderam: O Governo Português desestimula a ida dos seus cidadãos à capital carioca por conta da violência que prospera por lá.

Departamento da Felicidade
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial